reviews literárias

Review: As Aventuras de Sherlock Holmes - Arthur Conan Doyle

14:12Ana Mansilha

Mais uma review!!!
Toda a gente conhece o Sherlock Holmes não é? Eu também conhecia mas nunca tinha lido nada do género... Mas agora que estou a escrever isto é porque terminei a minha primeira experiência com Arthur Conan Doyle, elementar não é?




"Para o homem que aprecia a arte pela arte são muitas vezes suas manifestações menos importantes e mais modestas que podem proporcionar o mais intenso prazer..."


Sinopse:
As Aventuras de Sherlock Holmes, publicado pela primeira vez em 1892, reúne doze contos publicados inicialmente entre 1891 e 1892 na revista The Strand. Nesta colectânea podemos encontrar, entre outros casos, Um Escândalo na Boémia, que gira à volta da astuta Irene Adler, Um Caso de Identidade, A Faixa Malhada ou O Mistério do Vale Boscombe.
Sempre coadjuvado pelo inestimável Doutor Watson, Sherlock Holmes nunca deixa por resolver os casos que lhe são apresentados. Graças ao seu método lógico-dedutivo, Holmes consegue sempre surpreender os leitores com as suas deduções, recorrendo às coisas mais triviais para solucionar mistérios aparentemente insolvíveis, com a inteligência e a acutilância que o transformaram numa das mais brilhantes e fascinantes personagens da literatura policial.

Opinião:
Começo desde já por dizer que estou profundamente triste, não li em parte alguma do livro aquele celebre frase que sempre imaginei que Holmes dissesse: "Elementar, meu caro Watson".
Mas pronto, eu irei me recompor.
Este livro, como indica na sinopse trás doze aventuras vividas e protagonizadas pelo icónico Sherlock Holmes, todas elas são narradas pelo seu fiel amigo e compincha Doutor Watson, um médico que pouco se sabe para além da sua enorme coragem.
As histórias são como eu esperava que fossem, são tipo novelas que nos levam aos lugares mais obscuros de Londres. Para além de serem sucintas e de fácil compreensão...
O que mais me irritava é que Sir Doyle faz do leitor um burro, perguntava-me muitas vezes durante a leitura : "Como é que nunca tinha pensado nisto?", pensando eu que teria a mesma lógica dedutiva que Holmes, coitada de mim... Mas a verdade que passei a reparar em pequenos pormenores no meu dia-a-dia, penso eu descobrir um crime qualquer empolgante.
Eu adoro a forma como começa, com um caso "falhado", "Um Escândalo na Boémia" é um conto onde Holmes não resolve coisa nenhuma e é passado para trás por uma mulher, A Mulher. Mas para quem leu ou vai ler, irá perceber. É muito interessante.
O que também é surpreendente, é que praticamente todos os casos começam de forma trivial e com histórias simples e que ninguém dá nada por elas, até se transformam em autênticos mistérios fora do normal até com um quê de fantástico.
É difícil escolher uma história que seja aquela, todas à sua maneira são óptimas e por isso aconselho vivamente a quem gosta de policiais misteriosos.

Sherlock Holmes é uma personagem, tal como conhecemos Hercule Poirot, mas Holmes destaca-se por ser ainda mais peculiar, excêntrico e sem dúvida um mito grandioso.
Só tenho a agradecer-lhe Sir Doyle!

NOTA: 4/ 5

Próximo livro: Antídoto e Veneno - Sabine Borges

Bom, por hoje é tudo. Obrigada malta por este bocadinho, boas leituras. Partilhem com os vossos amigos!
Um beijo. Ana!




You Might Also Like

0 comentários